Guerra Fria: o mundo bipolar

05/08/2015 Ruth Borges

Ao fim da Segunda Guerra Mundial, dois países saíram como as maiores potências mundiais: o primeiro, Estados Unidos da América, capitalista, e o segundo, URSS, socialista, ou seja, com ideais completamente opostos, acirrando ainda mais a rivalidade entre os dois países. Foi dessa chamada disputa ideológica que surgiu a Guerra Fria. Esse período de disputa hegemônica teve esse nome por ter acontecido apenas no campo ideológico, não chegando a haver uma declaração oficial de guerra entre os blocos.

Charge mostrando a disputa nuclear

  • A Corrida Armamentista, Espacial e as ajudas econômicas

Entre as décadas de 1950 e 1960, houve o período denominado de corrida armamentista, no qual soviéticos e norte-americanos disputavam qual dos países sairiam na frente no que diz respeito a tecnologias militares e bélicas. Foi então na tentativa de mostrar sua força que a URSS levou o primeiro homem, Yuri Gagárin, ao espaço. Em resposta, os norte-americanos levaram Neil Armstrong à lua. Isso demonstrava claramente a tentativa de mostrar a superioridade entre as duas ideologias. Nesse momento também houve a criação, em 1947, do Plano Marshall pelos EUA, ajudando os países capitalistas a se reerguerem após a guerra. Com o mesmo objetivo, mas do lado oposto, foi criado em 1949 o COMECON, garantindo o auxílio mútuo entre os países socialistas.

Yuri Gagárin: o primeiro homem a ir ao espaço

  • Guerra do Vietnã e da Coreia

Apesar de não haver o conflito direto entre os países, em algum momento eles investiram em conflitos em outros locais, como na Coreia e no Vietnã. A Guerra da Coreia ocorreu entre os anos de 1951 e 1953, devido a pressões para que o país adotasse o socialismo em todo o seu território. Nesse momento, os EUA entraram na disputa e teve inicio a guerra. Devido à falta de um vencedor sólido, os países decidiram entrar num acordo de divisão da Coreia: a Coreia do Norte ficaria sob influência soviética, já a do Sul sob o domínio norte americano – a divisão pelo paralelo 38. Já entre os anos de 1959 a 1975, ocorreu a Guerra do Vietnã, na qual soldados de ambas as potências se envolveram diretamente. Devido ao grande conhecimento do território pelos soldados vietcongues, a resistência contra os norte-americanos foi imensa e as mortes catastróficas. Esse foi o primeiro conflito em que os EUA saíram derrotados, tendo que deixar o território que se tornou socialista.

Imagem tirada durante a guerra do Vietnã pelo fotógrafo Huynh Cong ‘Nick

  • Caça às bruxas,  Cortina de Ferro e o Muro de Berlim

O Macartismo, também conhecido como “Caça às Bruxas”, foi a perseguição desmedida de socialistas em território norte-americano. Essa foi mais uma das comprovações de que a disputas entre  as potências estava cada vez mais acirrada, causando então o temor de uma nova guerra. Foi no ano de 1946 que o primeiro-ministro britânico Wiston Churchill usou o termo cortina de ferro, que seira uma espécie de barreira imaginária que separaria relações da Europa capitalista e a Europa socialista, marcando ainda mais a divisão bipolar. Quanto ao muro de Berlim, ele foi o símbolo da Guerra Fria, que dividia Berlim Ocidental (capitalista) de Berlim Oriental (socialista), sua queda em 1989 foi considerada por alguns o marco do fim da guerra fria, já para outros a fim foi em 1991, com o fim da URSS.

 

Exercícios

1. (ENEM) Os 45 anos que vão do lançamento das bombas atômicas até o fim da União Soviética, não foram um período homogêneo único na história do mundo. (…) dividem-se em duas metades, tendo como divisor de águas o início da década de 70. Apesar disso, a história deste período foi reunida sob um padrão único pela situação internacional peculiar que o dominou até a queda da URSS.

(HOBSBAWM, Eric J. Era dos Extremos. São Paulo: Cia das Letras,1996)

O período citado no texto e conhecido por “Guerra Fria” pode ser definido como aquele momento histórico em que houve:

a) corrida armamentista entre as potências imperialistas europeias ocasionando a Primeira Guerra Mundial.

b) domínio dos países socialistas do Sul do globo pelos países capitalistas do Norte.

c) choque ideológico entre a Alemanha Nazista / União Soviética Stalinista, durante os anos 30.

d) disputa pela supremacia da economia mundial entre o Ocidente e as potências orientais, como a China e o Japão.

e) constante confronto das duas superpotências que emergiram da Segunda Guerra Mundial.

 

2. (ENEM) Do ponto de vista geopolítico, a Guerra Fria dividiu a Europa em dois blocos. Essa divisão propiciou a formação de alianças antagônicas de caráter militar, como a OTAN, que aglutinava os países do bloco ocidental, e o Pacto de Varsóvia, que concentrava os do bloco oriental. É importante destacar que, na formação da OTAN, estão presentes, além dos países do oeste europeu, os EUA e o Canadá. Essa divisão histórica atingiu igualmente os âmbitos político e econômico que se refletia pela opção entre os modelos capitalista e socialista.

Essa divisão europeia ficou conhecida como:

a) Cortina de Ferro.

b) Muro de Berlim.

c) União Europeia.

d) Convenção de Ramsar.

e) Conferência de Estocolmo.

 

3. (FGV) Em junho de 1947, o governo dos EUA passou a implementar um projeto de reconstrução da Europa denominado Plano Marshall. Qual dos tópicos a seguir NÃO é uma causa desse plano:

a) o temor trazido pela criação do Mercado Comum Europeu (MCE);

b) o deslocamento do controle do capitalismo da Europa para os EUA e sua crescente influência sobre os países europeus;

c) a necessidade que a Europa tinha de reunir recursos para pagar o seu principal credor, os EUA, que lhe forneceram desde alimentos até materiais bélicos durante a II Guerra Mundial;

d) a necessidade de se reconstruírem as cidades e de recuperarem a indústria e a agropecuária europeia, devastadas durante a II Grande Guerra;

e) o interesse que os Estados Unidos tinham em fortalecer a ordem capitalista na Europa Ocidental e, assim, impedir a expansão do socialismo no continente.

 

Gabarito

1. E

2. A

3. A

Ruth Borges

Ruth Borges escreveu 38 artigos

2 Comentários para este artigo

  • Milena
    06/08/2015

    Muito bom esse resumo, ficou bem explicadinho e dá pra anotar os principais pontos, obrigada Ruth! <3

  • Larissa
    09/08/2015

    Excelente!

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *