Redação sobre vestibular

21/03/2009 Má Dias

Pessoal, uma redação pronta, de formato dissertativo, sobre o tema “O vestibular deve acabar?”, quase um clássico das procuras na internet.

Atenção às tentativas de fugir do padrão e ao teor argumentativo, que dão ao texto uma ótima dinâmica. Só não vale copiar e entregar na escola, hein? =)

Tema: “O vestibular deve acabar?”

O “x” em questão

Lápis, borracha e caneta a postos. Preparar, apontar, começou!” – pode até parecer estranho, mas é assim que se encontra a mente de um jovem nos momentos que precedem o início de cada dia de prova do temido vestibular. Mais do que uma simples avaliação, esse sistema se assemelha a uma maratona na qual os “participantes”, injustamente, são submetidos a testes cansativos e equivocadamente seletivos.

É possível que uma bateria de provas possa vir a determinar os rumos da vida de um ser humano? Exagero ou não, esta indagação é pertinente quando se atribui valores tão altos àquele que deveria ser o maior aliado na escolha para o futuro profissional da juventude moderna: o vestibular. Tal procedimento, paradoxalmente, funciona como alicerce para a seleção de indivíduos tidos como aptos por meio do uso de testes nem sempre tão justos, posto que analisam características não muito determinantes para que uma pessoa venha a ser bem sucedida na carreira pretendida, ao invés de darem ênfase a assuntos que possuam maior relação com a mesma ou à averiguação da habilidade do candidato para a área escolhida.

Absurdamente exaustivo. Tal denominação serve como uma forma ampla e plenamente decisiva para o que constitui o vestibular no que tange ao aspecto psicológico. Isso acontece pois o candidato é submetido a uma seqüência desumana de provas cujo conteúdo abrange toda a matéria dada durante os três anos do ensino médio,  tornando-se, assim, um sistema elitista – já que favorece àqueles que tiveram condições de desfrutar de uma superior educação escolar – , além de atuar na inadequadamente no processo de formação do jovem, acentuando-lhe cobranças e responsabilidades que se encontram além das indicadas para o mesmo. Com isso, tornam-se comuns o surgimento e a permanência de casos de estresse, depressão e ansiedade em meio aos ditos “vestibulandos”, debilitando o estado emocional de indivíduos que já encontram-se em uma fase deveras conturbada: a adolescência.

Urge, portanto, a extinção desse sistema que, indubitavelmente, funciona apenas como um meio de manutenção da política aristocrata que há anos persiste no Brasil, visto que uma minoria proveniente das classes média e alta podem investir adequadamente na própria educação. Cria-se, então, um impasse, em que a ausência de interesse e, principalmente, de bom senso daqueles que se encontram dominando o país contrapõe-se às soluções plausíveis para que possa obter-se um quadro educacional irrestrito e que proporcione a todos este direito imprescindível prescrito por lei.

Má Dias

Má Dias escreveu 849 artigos

0 Comentários para este artigo

  • Maria Cecília
    01/04/2009

    Nota 10000..fessor
    bjinho

  • Igor Guimarães(mexicano)
    04/04/2009

    Concordo Marcelo,
    O Vestibular é totalmente exaustivo,elitista e extramamente injusto.
    E cada vez que criam novas leis para tentar melhor este concurso, somente piora a situação
    Abraço

  • 10/06/2009

    Se a Eduacação fosse levada mais a sério, não haveria vestibular no Brasil. Pois, haveria mais vagas nas universidades.

  • 11/06/2009

    O vestibular, no meu ponto de vista, impediu, impede e vai impedir que muitos jovens continuem seus estudos.

  • silvio
    16/07/2009

    catraca velha,enferrujada mantida por entidades elitistas. Passar no vestibular não significa excelência profissional e sim a alegria de alguns contracenando com a tristeza de outros.

  • 14/08/2009

    Penso que faltou uma solução para o problema já que se o vestibular fosse abolido algum outro método de seleção haveria de ser criado.

  • 22/09/2009

    Infelizmente, esse é um país de muitas idéias e poucas ações, ainda não surgiu um político inteligente que pudesse colocá-las em prática. O vestibular tem desviado o sonho de tanto brasileiro, que hoje podemos observar que existem mais sonhos perdidos duque realizações de fato.

  • katia
    14/02/2010

    Redação sobre vestibular
    Pessoal, uma redação pronta, de formato dissertativo, sobre o tema “O vestibular deve acabar?”, quase um clássico das procuras na internet.

    Atenção às tentativas de fugir do padrão e ao teor argumentativo, que dão ao texto uma ótima dinâmica. Só não vale copiar e entregar na escola, hein? =)

    Tema: “O vestibular deve acabar?”

    O “x” em questão

    “Lápis, borracha e caneta a postos. Preparar, apontar, começou!” – pode até parecer estranho, mas é assim que se encontra a mente de um jovem nos momentos que precedem o início de cada dia de prova do temido vestibular. Mais do que uma simples avaliação, esse sistema se assemelha a uma maratona na qual os “participantes”, injustamente, são submetidos a testes cansativos e equivocadamente seletivos.

    É possível que uma bateria de provas possa vir a determinar os rumos da vida de um ser humano? Exagero ou não, esta indagação é pertinente quando se atribui valores tão altos àquele que deveria ser o maior aliado na escolha para o futuro profissional da juventude moderna: o vestibular. Tal procedimento, paradoxalmente, funciona como alicerce para a seleção de indivíduos tidos como aptos por meio do uso de testes nem sempre tão justos, posto que analisam características não muito determinantes para que uma pessoa venha a ser bem sucedida na carreira pretendida, ao invés de darem ênfase a assuntos que possuam maior relação com a mesma ou à averiguação da habilidade do candidato para a área escolhida.

    Absurdamente exaustivo. Tal denominação serve como uma forma ampla e plenamente decisiva para o que constitui o vestibular no que tange ao aspecto psicológico. Isso acontece pois o candidato é submetido a uma seqüência desumana de provas cujo conteúdo abrange toda a matéria dada durante os três anos do ensino médio, tornando-se, assim, um sistema elitista – já que favorece àqueles que tiveram condições de desfrutar de uma superior educação escolar – , além de atuar na inadequadamente no processo de formação do jovem, acentuando-lhe cobranças e responsabilidades que se encontram além das indicadas para o mesmo. Com isso, tornam-se comuns o surgimento e a permanência de casos de estresse, depressão e ansiedade em meio aos ditos “vestibulandos”, debilitando o estado emocional de indivíduos que já encontram-se em uma fase deveras conturbada: a adolescência.

    Urge, portanto, a extinção desse sistema que, indubitavelmente, funciona apenas como um meio de manutenção da política aristocrata que há anos persiste no Brasil, visto que uma minoria proveniente das classes média e alta podem investir adequadamente na própria educação. Cria-se, então, um impasse, em que a ausência de interesse e, principalmente, de bom senso daqueles que se encontram dominando o país contrapõe-se às soluções plausíveis para que possa obter-se um quadro educacional irrestrito e que proporcione a todos este direito imprescindível prescrito por lei.

    Tags: prova de redação, Redação, Redação pronta, redação sobre educação, redação sobre vestibular

    Esse post foi publicado de sábado, 21 de março de 2009 às 19:04, e arquivado em Redação, Redação pronta. Você pode acompanhar os comentários desse post através do feed RSS 2.0. Você pode comentar ou mandar um trackback do seu site pra cá.

  • Krissium - es
    15/03/2010

    marcelo gostei muito da redação ..
    li reli … to precisando de uma força nesse sentido ae …..

    posso lhe enviar algumas redações que fiz .. para analise .???
    desde já agradeço

  • Sérgio Favilla
    31/03/2010

    Ñ é necessário fazer o vestibular , e sim dar continuidade aos estudos apos o término do ensino medio.

  • Rodrigo
    23/05/2010

    Achei que sua redação está pobre em ideias e bastante repetitivo.. você não precisa ser prolixo para expressar sua opinião, você pode fazê-lo a partir do estudo de acarretamentos. Abraço, Rodrigo – Graduando em Letras Vernáculas

  • 19/06/2010

    Acho que ingressar na universidade deveria ser do mesmo jeito que passamos do ensino fundamental para o ensino médio sem precisar submeter-se a vestibular,pois, na faculdade é que seríamos avaliados com maior intensidade e ainda deveria fazer um teste para saber qual tendencia profissional, isso ajudaria muito aos in.decisos. Acontece que muitos tentam vestibular varias vezes e terminam por desistir do seu sonho

  • maria
    26/06/2010

    conheço pessoas que estão tentando fazer uma faculdade,mas não consegue passar no vestibular,acho um absurdo um jovem queres dar continuidade aos estudo e não poder,motivo não pode pagar uma universidade particuçar e por outro lado não consegue passar na pública devido o grau de dificuldade nas questões. Isso precida acabar para ver se melhora essa educação neste páis

  • 30/06/2010

    Gostei muito da redação,abriu mais a minha mente .Vou fazer o enem e dicas com essas são fundamentais.

  • 30/06/2010

    Gostei muito da redação,abriu mais a minha mente .Vou fazer o enem e dicas como essas são fundamentais.

  • daiane
    01/09/2010

    adorei a redação sobre o vestibular pois eu estou estudando para o enem e e assim que estou me sentindo muito ansiosa para o dia da prova

  • bianca
    01/11/2011

    ótimo isso é que eu penso, além de ter estudado tanto pra passar de série e garantir um ensino médio temos que fazer vestibular para ingressar na faculdade e garantir uma vida estável isso sim é muito ruim. mais adore a redação muito boa.

    • 01/11/2011

      Isso mesmo, Bianca 😀
      Temos que fazer vestibular para colhermos os frutos no futuro!! =)

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *