Elementos da Comunicação

10/02/2011 Leyliane

Olá, Galera!

Relembraram os elementos que constituem nosso ato de  comunicação ?

Como prometido no post anterior, trouxe um texto para definirmos e identificarmos os elementos da comunicação. Observem:

1º balão: Vamos ver, Manolito, uma palavra que comece com “P”

2º balão: Chi… vai ver que ele vai falar aquele palavrão

3º balão: “Política”

4º balão: E falou mesmo!

Nessa tirinha da Mafalda, reparem que a professora, o Manolito e a Mafalda estão em uma sala de aula, constituindo o contexto ou referente da mensagem.  O código utilizado é a língua portuguesa, mas fiquem atentos em situações em que há o uso de outros códigos como cores, gestos, símbolos para a transmissão da mensagem. De que forma esta mensagem, o que é dito pelas pessoas, caminha da professora até Manolito? Como a comunicação é oral, pelo ar o som chega aos ouvidos de Manolito, constituindo o canal da mensagem. Percebam que a pergunta feita pela professora, o emissor da mensagem, é direcionada a Manolito, o receptor da mensagem; entretanto, Mafalda, embora não participe diretamente dessa situação comunicativa, também se torna uma interlocutora, expressando em forma de pensamento e fala suas opiniões. A “intromissão” de Mafalda representa um ruído, elemento presente nas nossas comunicações: há sempre um telefone que toca, um cachorro que late, um irmão mais novo que chama etc.

Aí estão os seis elementos da nossa comunicação. Releiam a tira e vejam esses elementos na prática. No próximo post, trabalharemos não só os elementos mas também as funções da linguagem. Até lá, comentem alguma situação comunicativa pela qual vocês passaram identificando seus elementos.

Até mais!

Posts Relacionados

Leyliane

Leyliane escreveu 17 artigos

0 Comentários para este artigo

  • 13/02/2011

    Fala, Leyliane! Post super esclarecedor, parabéns! Obrigada pela visita no meu blog. É ótimo contar com outros blogs que estão a serviço dos alunos e das práticas da sala de aula. Um beijo, Talita.

  • Bianca Scherer
    28/04/2012

    Uma situação comunicativa pela qual eu passei – e aposto que a grande maioria de vocês, meninas, também – foi a troca de bilhetes com uma colega, enquanto a professora explicava um conteúdo que não conseguiu prender nossa atenção. A sala de aula, assim como na tirinha de Quino acima, constitui o contexto ou referente da mensagem. O código utilizado foi a língua portuguesa. Como a comunicação foi escrita, pelo papel a mensagem chegou até minha colega, constituindo o canal da mensagem. Como fui eu quem iniciou a conversa, perguntando a minha colega sobre sua programação para o final de semana, acabei me tornando a emissora; e, ela, a receptora da mensagem. Finalmente, a explicação da professora representou o ruído.

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *